TRADUÇAO / TRANSLATE / TRADUCCIÓN

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

03.- ¿O que é CAPICUA?



Ano 6 *** Porto Alegre *** Edição 1980
Depois da muito densa blogada de ontem — 2012: Ano Alan Turing — que teve comentários muito significativos (e concorrentes) de leitores muito especiais, hoje ofereço algo mais ameno.
Na noite de sábado, de sábado, à espera do novo ano, quando um relógio digital registrava 23:32, foi dito: “a última situação de registro de hora capicua do ano!”. ¿O que capicua?
Eis três registros para o substantivo feminino Capicua [eu achava, até redigir esta edição, que houvesse o substantivo masculino ‘capicuio’]:
Houaiss
Aulete
Priberam
1  sequência de algarismos que permanece a mesma se lida na ordem direta ou inversa (p.ex., 13231) 
Rubrica: ludologia. 
   no dominó, pedra que pode ganhar o jogo, encaixando em qualquer uma das duas pontas 
Regionalismo: Portugal. Uso: tabuísmo. 
   indivíduo sexualmente ativo e passivo 
Etimologia
 possivelmente de capi-, a traduzir a idéia de 'cabeça', + cu 'a parte traseira' + -a

 (jogo do dominó) a pedra que pode fazer dominó ou ganhar a partida, quer deslocando-a para um, quer piara outro lado. || Algarismos cuja leitura da direita para a esquerda ou da esquerda para a direita é sempre a mesma. || Bilhete do carro elétrico ou elevador, etc., cujo número se pode ler da esquerda para a direita ou da direita para a esquerda. Por exemplo: 32923
1. A pedra que, no jogo do dominó, pode fazer dominó ou ganhar a partida, deslocando-a para um e outro lado.
2. Número que se lê igualmente da direita para a esquerda ou vice-versa e ao qual se atribui boa sorte.

A Wikipedia registra: Capicua (origem catalã: "cap i cua", cabeça e cauda) ou número palíndromo é um número (ou conjunto de números) cujo reverso é ele próprio. O mesmo pode ser dito em relação a datas e as horas. E associa por homologia com a mesma situação com letras, no caso ‘palíndromo’. Um palíndromo é uma palavra, frase ou qualquer outra sequência de unidades que tenha a propriedade de poder ser lida tanto da direita para a esquerda como da esquerda para a direita. Num palíndromo, normalmente são desconsiderados os sinais ortográficos (diacríticos ou de pontuação), assim como o espaços entre palavras. O Quadrado Sator é um dos exemplos mais conhecidos de palíndromos.
"Socorram-me, subi no ônibus em Marrocos
[vale observar que a sentença é a mesma nos dois sentidos] é o palíndromo de autoria anônima, provavelmente o mais conhecido em língua portuguesa.
A palavra "palíndromo" vem das palavras gregas palin ("para trás") e dromos ("corrida, pista").
Escrever palíndromos (existem os palindromista) implica em praticar um tipo de Escrita constrangida que é uma técnica literária na qual o escritor está limitado por qualquer condição que proíbe certas coisas ou impõe um padrão. Por exemplo, há um tempo este blogue publicou um texto sem a letra A.
Em http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pal%C3%ADndromos há uma extensa lista de palíndromos. Trago alguns exemplos:
"A diva ávida, dádiva à vida" (Rogério Duarte Filho)
"A diva em Argel alegra-me a vida" (Rômulo Marinho)
"A droga do dote é todo da gorda" (Rômulo Marinho)
"A grama é amarga" (Millor Fernandes)
"A lupa pula" (Catarina Lins)
"A má (boa?) nova lê Bono: Nobel Avon a Obama (Leo Cunha)
"A mala nada na lama" (Millor Fernandes)
"A miss é péssima!"
"Amarga-me a droga, a gorda é magra má" (Rogério Duarte Filho)

16 comentários:

  1. Queria humildemente acrescentar que a definição de palíndromos também se estende aos números naturais, tais como:1349431. Repare que o mesmo que ocorre com as palavras(asa, por exemplo)ocorre também com esse número. ele não modifica ao se ler da direita para esquerda ou de esquerda para direita!

    Muita Paz!

    ResponderExcluir
  2. Caro Attico,

    só como registro, aprendi com uma amiga que algumas pessoas acreditam que ver horas e minutos iguais (ex.: 23:23) significa alguém pensando em você positivamente e ver horas capicuas (ex.: 23:32) significa alguém pensando mal.

    Parece-me que sequências "mágicas" de algarismos ou palavras fazem parte do imaginário humano, não?


    Grande abraço,

    PAULO MARCELO

    ResponderExcluir
  3. Estimado Cristiano Marcel,
    primeiro celebro tua estreia como comentarista. Da visita ao http://esquifedememorias.blogspot.com/ posso avaliar o ganho dos leitores deste blogue com tua parceria.
    Obrigado por teu comentário acerca de sequência capicua de números;
    Bem vindo e sempre na escuta
    attico chassot

    ResponderExcluir
  4. Meu caro Paulo Marcelo,
    pensamento mágico versus pensamento mágico, diz a tua amiga que horas capicuas (vê que usamos o substantivo como adjetivo!) significa que alguém querido está te desejando algo muito bom.
    Um afago agradecido.

    attico chassot

    ResponderExcluir
  5. Caro Chassot,
    Meu palíndromo: "subi no ônibus". Bem, pensei que fosse meu porque um belo dia o concebi, mas depois descobri que já existia. de qualquer forma considero-o meu. Abraços, JAIR.

    ResponderExcluir
  6. Estimado Jair ,
    acredite que faz um de 12 letras como o teu já pode ter o título de palindromista.
    Honro-me em apadrinhar mais este teu título, que eu ainda não detenho.
    Obrigado pela parceria nos blogares

    attico chassot

    ResponderExcluir
  7. IN GIRUM IMUS NOCTE ET CONSUMIMUR IGNI

    ResponderExcluir
  8. Preclaro Guy Augustus ,
    só espero que a máxima IN GIRUM IMUS NOCTE ET CONSUMIMUR IGNI que fazes palíndromo ou capicua abrande ‘o fogo que nos consumirá em nosso girar pela noite’
    Saúdo-te, discípulo de Cícero, e adito ao teu nome o epiteto Augustus.

    attico chassot

    ResponderExcluir
  9. Caro Chassot,

    convivo com um(a) políndromo (não sei se há feminino). Minha esposa chama-se Ana.

    Lembrei de um antigo professor de matemática, cuja uma das habilidade consistia em escrever as palavras nos dois sentidos: tanto da esquerda para a direita como da direita para a esquerda com a mesma destreza. Mais ainda, escrevia no quadro negro: Passo Fundo, 20 de julho de 1968 e voltava, escrevendo abaixo dessa data, como se fosse uma sombra, com as letras invertidas. Chamava-se Otto Gustavo Otto, mas já é falecido.

    Um abraço,

    Garin

    ResponderExcluir
  10. Estimado colega Garin,
    Ana é um exemplo clássico de UM pAlídromo (substantivo masculino).
    Logo deves chamá-la “meu querido palíndromo”. Se teu professor de matemática se chamasse Otto Renner Otto, seria um palíndromo de 14 letras (menos modesto que Ana (só de três letras).
    Com estima e
    Amor a Roma (como ícone da cultura Ocidental, não ao Vaticano),

    attico chassot

    ResponderExcluir
  11. Alguns que criei:
    Reverta o medo do azar, razão do demo atrever.
    Rei lê Tao no atelier.
    Reler: a rigor, eu quero girar e ler!
    O DNA levará luz, azulará velando.

    Tem mais no Orkut, perfil Dr.P.A.

    Valleu!
    Adriano Valle

    ResponderExcluir
  12. Estimado Adriano,
    primeiro celebro tua estreia com comentários aqui. Curti a série: “No começo era o tabuleiro... então, surgiu o movimento”. Parabéns com admiração;
    De tua produção de palíndromos elejo; Reverta o medo do azar, razão do demo atrever.
    Apareça por aqui de vez em vez,
    Valleu, mesmo

    attico chassot

    ResponderExcluir
  13. Professor, só para compartilhar uma bizarrize de minha pesoa: a algum tempo percebi que não preciso fazer muito esforço para falar ao contrário, palavra por palavra, mas falo "com fluência" : D

    ResponderExcluir
  14. Muito querida Marília,
    celebro tua volta. Chegava a conclusão que comentário neste blogue era algo masculinos. Hoje quebras a hegemonia: uma mulher e seis homens, isto que destes alguns usuais se omitiram.
    Ao fazer este comentário, recebo como argumento: “As mulheres são mais ocupadas, não tendo tempo para estas ‘irrelevâncias’”
    Que bom que hoje temos ‘com fluências’
    attico chassot

    ResponderExcluir
  15. Boa noite, Mestre!
    O nível está estratosférico para mim, tem mestre fazendo...capicua até em latim!
    Acho bem mais desafiador conseguir fazer estas formações com letras, pois as palavras neste caso são mais complexas que os números, já que precisam ainda formar frases com significados coerentes.
    Obrigado por me apresentar a esta palavra, nova para mim, e de quebra, discorrer sobre o seu significado!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Meu caro Leonel,
    obrigado pelo prestígio que dás a este blogue.
    O nível está na proposta: fazer alfabetização cientifica — esta no sentido muito amplo.
    Com admiração
    attico chassot

    ResponderExcluir