TRADUÇAO / TRANSLATE / TRADUCCIÓN

domingo, 24 de outubro de 2010

24.- Um domingo que divide o Rio Grande do Sul

Porto Alegre Ano 5 # 1543

A manhã de domingo é ainda densa de nuvens. Um redator mais gongórico diria que o astro-rei ainda não consegue espiar o Planeta terra. Mas tal não combina com as blogadas dominicais que sabem ser mais enxutas e leves. Assim no primeiro domingo deste outubro trouxemos um roteiro de como fundar uma igreja, no outro embalamos da magia do 10.10.10 e no último nos maravilhamos com as vacas que de maneira pícara invadem Porto Alegre.

Neste domingo o Rio Grande do Sul está bipolarizado entre o azul e o Vermelho. Aliás, no próximo domingo essas cores comandarão outra cisão. Esta, então, será nacional e terá dimensões que serão decisivas para pelo menos quatro da vida brasileira. O duelo colorido de hoje não passa de uma brincadeira, que na segunda-feira será apenas mais um genal que fez história.

Nesta terra, por estes tempos, nasce ou gremista ou colorado. Basta espiar corredores de maternidades ou anúncios de nascimentos e isto se comprova. E tal vale em qualquer extrato social. Há um tempo se nascia católico, protestante, espírita... (ninguém nascia/nasce ateu!). Na Suécia, há não muitos anos, todos nasciam luteranos, independente da religião dos pais. Nascia-se na religião do Rei. Aqui agora a moda é outra. Ao nascer. ou se é colorado ou se é gremista. Esta definição, usualmente é comandada pelo pai, mesmo que em algumas famílias haja acordos para se ratear os nascituros entre as duas opções.

Hoje, teremos aqui na Morada dos Afagos nossa domingueira É o encontro mensal com os filhos e netos. Seremos 17 pessoas. Fiz uma contabilidade, que pode ter algumas impropriedades. O quadro reflete a nível micro uma polarização.

Grêmio

Internacional

2

ANFITRIÕES

0

3

FILHOS

2

1

NORAS

1

1

GENROS

1

3

NETOS

3

É importante registrar que esses dados estão longe de refletir a realidade gaúcha. Os gremistas dizem que sua torcida representa 51% da população gaúcha, enquanto que os colorados afirmam que os gremistas são apenas 49% e os demais são torcedores do Internacional. Parece que em nenhum outro Estado brasileiro há tanta polarização. Por estes dias os jornalistas com bairrismo anunciam – acreditem – grenal como o maior clássico do futebol mundial.

Desejando, que hoje vença o azul e domingo próximo seja o dia de glória para o vermelho adito votos de um bom saldo do fim-de semana. Ofereço a gremistas e colorados momentos de festejamentos pacificos na evocação dos hinos, que parecem ser mais conhecidos que o hino nacional.

Hino oficial do Grêmio F.B.P.A



Hino do Internacional



letra: Lupicínio Rodrigues) 1953

Composição: Nélson Silva 1957

Até a pé nós iremos

para o que der e vier

mas o certo é que nós estaremos

com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Cinquenta anos de glórias

tens imortal tricolor

os feitos da tua história

canta o Rio Grande com amor

(refrão)

Nós como bons torcedores

sem hesitarmos sequer

aplaudiremos o Grêmio

aonde o Grêmio estiver

(refrão)

Lara o craque imortal

soube seu nome elevar

hoje com o mesmo ideal

nós saberemos te honrar

Glória do desporto nacional
Oh, Internacional
Que eu vivo a exaltar
Levas a plagas distantes
Feitos relevantes
Vives a brilhar
Correm os anos surge o amanhã
Radioso de luz, varonil
Segue a tua senda de vitórias
Colorado das glórias
Orgulho do Brasil

É teu passado alvi-rubro
Motivo de festas em nossos corações
O teu presente diz tudo
Trazendo à torcida alegres emoções
Colorado de ases celeiro
Teus astros cintilam num céu sempre azul
Vibra o Brasil inteiro
Com o clube do povo do Rio Grande do Sul

10 comentários:

  1. Professor Chassot, primeiramente quero dizer que tenho acompanhado as últimas postagens, mas sem muita coragem de comentar. Apenas digo que hoje torço para o azul e que no próximo domingo seja vermelho.
    Esse clássico, é algo incrível. Logo quando se nasce, aqui por essas bandas, começa uma discussão. Vai ser gremista, não, vai ser colorado. As vezes o pai é de um time, mas quando se faz um ano lá vem o tio com a camisa do outro time. É um clássico que mexe. E que precisamos "enxergar" como uma grande brincadeira integradora.
    Forte abraço e desejo de um domingo tricolor.

    Ass. Prof. Luis

    ResponderExcluir
  2. Uma grande sacada tua blogada de hoje, Mestre Chassot! Tambem trazer os hinos clubisticos e seus autores é um forma de alfabetizaçao historica de que muitas vezes nao nos damos conta. Hablando desde acá Buenos Aires en este domingo, tenemos un nebuloso dia con invasion brasileña por todas las calles porteñas. Por certo, en este final de semaña el idioma portugues és la secunda lengua más hablada. Un saludo. JB

    ResponderExcluir
  3. Muito estimado colega Luis,
    primeiro que estranhei teu silêncio. É muito bom saber-nos juntos.
    Isto do grenal é algo por demais polarizante.
    Desejo que esta tensa semana comece como espera: vitória do zul no início e do vermelho no próximo domingo.
    Uma semana boa e produtiva para nós
    attico chassot

    ResponderExcluir
  4. Muito querido Jairo,
    mereces hoje a palma de leitora muito fiel.
    Mesmo curtindo a capital porteña consultas e opinas neste blogue.
    Na torcida para hoje azul e domingo vermelho.
    Saudações a tua mulher e filha em BsAs,
    Afagos do
    attico chassot

    ResponderExcluir
  5. Jorge Hamilton Sena Dias24 de outubro de 2010 16:54

    Mestre!
    Os times de maior torcida aqui na Bahia são: o Bahia (tricolor de aço - azul, VERMELHO e branco); o Vitória (leão da barra - rubro negro).
    Como as duas camisas possuem a cor VERMELHA, dia 31 aqui só vai dar VERMELHO.

    Abaços,
    Jorge e Alana

    ResponderExcluir
  6. Meus queridos Jorge e Alana,
    primeiro festejo o retorno de comentários de vocês. Há tempo não tinha o privilégio de um comentários de meus queridos amigos de Itabuna.
    Agora só nos restar trabalha nesta semana decisiva, para a grande vitória no domingo.
    Com muito carinho um afago do
    attico chassot

    ResponderExcluir
  7. Estimada Sheyla,
    sinta-se querida neste blogue.
    É bom tê-la como leitora e seguidora,
    attico chassot

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Professor!
    Aaaaai, que saudades...
    Ando numa correria louca ultimamente!
    Finalização de bimestre, o senhor sabe como é, né..
    Mas tive uma oportunidade muito prazerosa e única essa semana que se passou que foi de poder conhecer pessoalmente ao Maurício de Sousa, e poder mostrar a ele um pouco do trabalho dos meus alunos utilizando material dele [o senhor se lembra que havia lhe dito das HQ's dos 'meus' meninos, né?!].
    Foi uma oportunidade maravilhosa!
    =]
    Estou encantada em como aumentoaram os seguidores daqui do blog do senhor!
    É bom perceber o bom gosto aflorando nas pessoas!
    Bom finzinho de domingo!
    ^^!
    Aqui, em Goiânia, ENFIM[!!] chuva!
    =]

    ResponderExcluir
  9. Muito querida colega Thaiza,
    primeiro celebro teu retorno. Estava com saudades de teus comentários. Deve ter sido emocionante conhecer Mauricio de Souza, sempre lembrado como pai da Mônica.
    Teus meninos deem ter vibrado.
    Uma muito boa semana e um afago com admiração do
    attico chassot

    ResponderExcluir